segunda-feira, 4 de maio de 2009

seu capricho, sua ilusão, sua miopia

.

Verdade
.
.

A porta da verdade estava aberta,
mas só deixava passar
meia pessoa de cada vez.
.
Assim não era possível atingir toda a verdade,
porque a meia pessoa que entrava
só trazia o perfil de meia verdade.
E sua segunda metade
voltava igualmente com meio perfil.
E os meios perfis não coincidiam.
.
Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta.
Chegaram ao lugar luminoso
onde a verdade esplendia seus fogos.
Era dividida em metades
diferentes uma da outra.
.
Chegou-se a discutir qual a metade mais bela.
Nenhuma das duas era totalmente bela.
E carecia optar. Cada um optou conforme
seu capricho, sua ilusão, sua miopia.
.
.
.

8 comentários:

  1. Se festa por si só é bom, com poema de Drummond é melhor ainda! Parabéns pelo marco!

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Usha, parabéns pela coerência e beleza de seu trabalho. Que você comemore muitos e muitos marcos.

    ResponderExcluir
  3. belíss
    parab
    vo
    mere
    se
    trab
    magní

    ResponderExcluir
  4. imo!!
    éns!!

    ce.
    u
    alho é
    fico!!!

    ResponderExcluir
  5. Grande marca, Usha!!!
    E é ainda o começo...
    mas o caminho foi traçado,
    e muitos querem
    percorrê-lo contigo,
    revisitando bsb,
    reconhecendo bsb,
    e se admirando com sua bsb.
    Parabéns!!
    Seu blog é um resgate!

    ResponderExcluir
  6. Obrigada, pessoal, pelos comentários e por estarem aqui junto comigo...
    bjs!!!

    ResponderExcluir
  7. cantinho gostoso demais, esse! Adorei tê-lo encontrado. Sucesso, mtos anos de vida e mta Luz!

    ResponderExcluir